Habilidades BNCC

  • EM13CHS102
    Identificar, analisar e discutir as circunstâncias históricas, geográficas, políticas, econômicas, sociais, ambientais e culturais de matrizes conceituais (etnocentrismo, racismo, evolução, modernidade, cooperativismo/desenvolvimento etc.), avaliando criticamente seu significado histórico e comparando-as a narrativas que contemplem outros agentes e discursos.
  • EM13CHS603

Para saber mais

CABRAL, Dilma. Constituição de 1824. In. Memória da Administração Pública Brasileira. Disponível em: <http://mapa.an.gov.br/index.php/menu-de-categorias-2/305-constituicao-de-1824>. Acesso em: 22 mai 2020.

Coração de D. Pedro I permanece preservado na cidade do Porto. In. Ministério do Turismo, 2019. Disponível em: <http://cultura.gov.br/coracao-de-d-pedro-i-permanece-preservado-na-cidade-do-porto/>. Acesso em: 22 mai 2020.

Governo ganha eleição no Brasil Império e oposição denuncia fraude, manobra e traição. In. O Estado de S. Paulo, 2019. Disponível em: <https://politica.estadao.com.br/noticias/geral,governo-ganha-eleicao-no-brasil-imperio-e-oposicao-denuncia-fraude-manobra-e-traicao,70003055470>. Acesso em: 22 mai 2020.

VIEIRA, Maria Clara; SAMPAIO, Jana. Dom Pedro II – o que a escola não ensina. In. Veja, 2019. Disponível em: <https://veja.abril.com.br/especiais/dom-pedro-ii-o-que-a-escola-nao-ensina/>. Acesso em: 22 mai 2020.

Roteiro do Vídeo

Um dos grandes marcos da História brasileira é a independência do Brasil!

Este acontecimento colocou um fim a mais de trezentos anos de domínio português no continente americano.

Contudo, esse momento não é tão fácil assim de se compreender.

Quem declarou o fim do domínio português foi D. Pedro I, ele mesmo um português e filho do rei de Portugal.

Além disso, o Brasil independente passou a ser um império e não uma república, como aconteceu com a maior parte dos países de toda a América.

Ao longo dos 67 anos de Império, tivemos apenas dois imperadores.

Foram eles, D. Pedro I e seu filho D. Pedro II, que foi um dos monarcas que ficou mais tempo no poder em toda a História da humanidade.

Nesta aula, preste atenção nos diversos conflitos que ocorreram neste período, assim como nos debates de ideias que existia no Brasil.

Não esqueça de tomar notas!

Vídeo 1: Especial Império | Show da História

Parceiro realizador:  Canal Futura

Duração: 13’07’’

 

Vídeo 2: Dom Pedro I | Canal da História

Parceiro realizador:  Canal Futura

Duração: 12’00’’

 

Vídeo 3: Dom Pedro II | Canal da História

Parceiro realizador:  Canal Futura

Duração: 12’04’’

Atividade sugerida para aprender sobre o tema

Com esses três vídeos foi possível ter uma visão geral do período que ficou conhecido como “Brasil Império”, desde o seu início até o seu fim.

A partir do que foi apresentado, explique o contexto histórico aqui no Brasil no momento da independência.

Depois, descreva as estratégias utilizadas por D. Pedro II para apaziguar o país quando ele assumiu o poder.

Como saber se a atividade está correta?

Após a Revolução do Porto, D. João VI foi obrigado a voltar para Portugal e deixou o seu filho, D. Pedro, aqui no Brasil como príncipe regente.

Contudo, pouco tempo depois, as cortes portuguesas também começaram a pressionar para que o regente voltasse.

As elites brasileiras começaram um movimento que exigia a permanência de D. Pedro, até ele declarar que não voltaria mais, iniciando um conflito com o seu pai.

Ao viajar para São Paulo, D. Pedro deixou sua esposa, Leopoldina, presidindo o Conselho de Estado.

Foi tomada a decisão de que o Brasil não poderia mais aceitar a intervenção portuguesa e deveria declarar independência.

  1. Pedro assim o fez, em 7 de setembro de 1822, às margens do Ipiranga.

Pouco anos depois, D. Pedro I voltou para Portugal e deixou o país na mão de regentes.

Durante este período, diversas revoltas ocorreram por todo o território.

Com apenas 14 anos, D. Pedro II assumiu o trono e procurou acabar com as revoltas que ainda resistiam.

Ele percebeu que não havia uma unidade imperial e, por meio de um mito fundador, procurou unir todos os brasileiros.

De acordo com esse mito, os nativos teriam se sacrificado para o surgimento de uma nova nação. Essa ideia está representada, por exemplo, na obra “Iracema” de José de Alencar.

Para saber mais, é só apontar a câmera do celular para o QR code que aparece na tela.

Até a próxima!