Roteiro do Vídeo

Hoje, vamos falar sobre poesia, a arte de compor e escrever versos.

Quando pensamos em poetas, como Fernando Pessoa, muitas vezes associamos a algo clássico e antigo.

Mas será que poesia é coisa do passado?

A internet parece responder que não: nas redes sociais, cresce um grupo de autores que criam “ciberpoemas”.

São textos poéticos que misturam essa forma tradicional de literatura com recursos tecnológicos dos computadores.

Assim, criam-se poemas interativos, modernos e com uma linguagem nova!

Mas, afinal, como esses ciberpoemas funcionam?

Vamos saber mais sobre tudo isso e conhecer o Rafa Lima, um poeta que usa muito a internet!

Enquanto assiste os vídeos, reflita sobre quais aspectos dos ciberpoemas os tornam diferentes dos textos poéticos antigos.

Será que eles são o futuro desse tipo de escrita?

Vídeo 1: O que são ciberpoemas?

Parceiro realizador: Khan Academy

Duração: 6’10”

 

Vídeo 2: Trilha de Letras – Instapoetas

Parceiro realizador: TV Brasil

Duração: 27’30”

https://tvbrasil.ebc.com.br/trilha-de-letras/2019/07/instapoetas

 

Observação: Todo o conteúdo da Khan Academy está disponível gratuitamente em www.khanacademy.org.

Atividade sugerida para aprender sobre o tema

Cada vez mais as redes sociais e a internet se misturam com as linguagens tradicionais e criam novas formas de se fazer arte.

Essa mistura pode ser muito positiva, pois ajuda a que mais pessoas tenham acesso a esse tipo de literatura.

Pensando nisso, tenho um desafio para você:

Pense sobre um tema de que goste muito, buscando palavras que te fazem lembrar dele.

Depois, escreva sua própria poesia: ela pode seguir um ritmo e ter rimas clássicas, ou uma linguagem própria.

Junto dela, pense em uma forma imagética de transformá-la em um ciberpoema.

Você pode compartilhar o resultado em uma rede social como o Instagram.

Que tal?

Topa o desafio?

Como saber se a atividade está correta?

Você viu que os ciberpoemas são uma inovação artística e que, por meio de recursos tecnológicos, os poetas expressam seus sentimentos, valores e ideias.

Para produzir seu próprio ciberpoema, você precisa levar em consideração que esse tipo de produção artística:

  • Apresenta interação do leitor e o poema.
  • É publicado na internet e nas redes sociais.
  • É composto por uma linguagem multissemiótica, ou seja, pode ter som, imagens, palavras; movimento; cores, formas.
  • E nem sempre apresenta rima ou versos.

Para saber mais, basta apontar a câmera do celular para o QR code que está na tela.

Até nosso próximo encontro!