Habilidades BNCC

  • EF89LP25
    Divulgar o resultado de pesquisas por meio de apresentações orais, verbetes de enciclopédias colaborativas, reportagens de divulgação científica, vlogs científicos, vídeos de diferentes tipos etc.
  • EF89LP28
    Tomar nota de videoaulas, aulas digitais, apresentações multimídias, vídeos de divulgação científica, documentários e afins, identificando, em função dos objetivos, informações principais para apoio ao estudo e realizando, quando necessário, uma síntese final que destaque e reorganize os pontos ou conceitos centrais e suas relações e que, em alguns casos, seja acompanhada de reflexões pessoais, que podem conter dúvidas, questionamentos, considerações etc.
Roteiro do Vídeo

Hoje a nossa conversa é sobre textos de divulgação científica.

São textos que têm como objetivo principal promover o contato dos leitores comuns com a ciência.

Os textos de divulgação científica nos permitem saber sobre muitos estudos, pesquisas e, ainda, aprofundar os conhecimentos que já temos.

Pensando um pouco sobre isso, me responde o seguinte: Você já leu um texto desse tipo?

Onde será que podemos achá-los?

Onde são publicados?

Vamos começar a aula de hoje vendo um vídeo para compreender a estrutura desses textos e como eles funcionam.

Em seguida, vamos treinar a sua memória com um exercício sobre o tema.

Você verá um vídeo no qual uma professora explica como esse gênero é analisado em um exame como o ENEM.

Vamos lá?

Vídeo 1: O que são textos de divulgação científica?

Parceiro realizador: Khan Academy

Duração: 5’

 

Vídeo 2: Redação: Texto de Divulgação Científica – ENEM

Parceiro realizador: YoutubeEdu

Duração: 4’15”

Observação: Todo o conteúdo da Khan Academy está disponível gratuitamente em www.khanacademy.org.

Não existe texto de divulgação científica sem… ora, sem ciência e os cientistas!

Então, para entender ainda melhor a importância desse gênero, ouça agora o pesquisador e sociólogo Simon Schwartzman.

Ele vai contar como o processo de produção do cientista se constrói e a importância social de divulgar suas descobertas corretamente.

E, por falar em pesquisa e dados científicos, tem outro lado muito legal de aprender a ler textos de divulgação científica: você também pode fazer ciência!

Para aguçar a sua curiosidade de cientista, veremos depois o Ciência em Show fazendo uma experiência muito legal: canetas voadoras!

Sim, isso mesmo que você ouviu!

Ficou empolgado?

Então vamos lá!

Vídeo 3: #educa 191 – Divulgação científica (4’18” a 20’40”)

Parceiro realizador: MultiRio

Duração: 16’

 

Vídeo 4: Ciência em Show | Fizemos uma CANETA VOAR! Aprenda como! (até 3’15”)

Parceiro realizador: Ciência em Show

Duração: 3:15

Atividade sugerida para aprender sobre o tema

Uau… como a ciência, apesar de muito séria, pode ser divertida, não é?

E agora você já sabe: é muito importante que ela seja compartilhada da forma certa, com dados confiáveis.

E, claro, por meio de textos de divulgação científica que sejam claros, simples e fáceis de serem entendidos.

Agora é a sua vez de fazer suas próprias descobertas científicas!

Procure na internet ou em livros didáticos, uma experiência que ache legal e possa fazer com os materiais disponíveis na escola ou na casa onde você mora.

Depois, entenda como ela funciona. Ou seja, a ciência por trás do experimento!

Daí, é a sua vez de fazer ciência!

Junte os materiais, monte seu “laboratório improvisado” e apresente para os seus amigos, vizinhos ou colegas a descoberta científica que fez!

Enquanto realiza a experiência, lembre-se de explicar como ela funciona, e o que causa a reação que está sendo produzida.

Depois, você pode escrever um pequeno texto de divulgação científica, contando do que se trata a experiência, os materiais utilizados, como ela foi feita e os resultados obtidos.

Se quiser, você também pode fazer sua apresentação em vídeo e publicar na internet.

E não se esqueça: é importante ter a supervisão de um adulto para fazer esse experimento.

Pronto para fazer ciência?

Como saber se a atividade está correta?

Para produzir o seu show, é preciso estudar bastante a experiência escolhida. Certifique-se de que os dados que conferiu são confiáveis e foram checados por um especialista.

Depois, é só caprichar na sua mesa de apresentação, ou “laboratório improvisado”, separando os ingredientes e, depois, apresentando ao seu público com muito capricho.

Sobre o texto de divulgação científica, você precisa considerar os seguintes aspectos:

  • Coloque um título que tenha a ver com o experimento que você realizou.
  • Coloque o nome de todas as pessoas que participaram do experimento e assinam o texto com você.
  • Faça um parágrafo introdutório apresentando a experiência, a área com que ela se relaciona e, em linhas gerais, as etapas para desenvolvê-la.
  • Nos parágrafos seguintes, explique as etapas e o que foi possível perceber em cada uma delas.
  • No último parágrafo, fale da relevância de se aprender a fazer ciência e a divulgar as descobertas e as aprendizagens.

No seu caso, trata-se de reproduzir uma experiência que já foi feita por alguém.

Mas, já é importante para mostrar o que você foi capaz de aprender com isso.

Para saber mais, basta apontar a câmera do celular para o QR code que está na tela.

Bons estudos!