Habilidades BNCC

  • EF07GE04
    Analisar a distribuição territorial da população brasileira, considerando a diversidade étnico-cultural (indígena, africana, europeia e asiática), assim como aspectos de renda, sexo e idade nas regiões brasileiras.

Para saber mais

  1. Brasil atinge 210 milhões de habitantes, diz IBGE. In. G1.com. Disponível em: <https://g1.globo.com/economia/noticia/2019/08/28/brasil-atinge-210-milhoes-de-habitantes-diz-ibge.ghtml>. Acesso em: 28 de mai 2020.
  2. IBGE lança estudo metodológico sobre mudança demográfica e projeções de população. In. Agência IBGE, 2015. Disponível em: <https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-sala-de-imprensa/2013-agencia-de-noticias/releases/9831-ibge-lanca-estudo-metodologico-sobre-mudanca-demografica-e-projecoes-de-populacao>. Acesso em: 28 de mai 2020.
  3. NASCIMENTO, Tiago Carlos Lima; OJIMA, Ricardo. Migrações internas no Brasil: um panorama analítico e alguns percursos teóricos. Revista Brasileira de Estudos de População, p. 239-242, 2014. Disponível em: <https://www.scielo.br/pdf/rbepop/v31n1/15.pdf>. Acesso em: 28 de mai 2020.
  4. OLIVEIRA, Kleber Fernandes. MOTIVOS PARA MIGRAÇÃO NO BRASIL E RETORNO AO NORDESTE: padrões etários, por sexo e origem/destino. São Paulo em perspectiva, p. 134-143, 2005. Disponível em: <https://www.scielo.br/pdf/spp/v19n4/v19n4a09.pdf>. Acesso em: 28 de mai 2020.

Roteiro do Vídeo

O Brasil é o país que possui o quinto maior território do mundo e é o sexto país em população.

Durante o período colonial, essa população se concentrou no litoral.

Pelo mar, os habitantes dessa região conseguiam viajar com mais facilidade.

O primeiro grande movimento de interiorização se deu com a descoberta do ouro em Minas Gerais, na passagem do século XVII para o século XVIII.

Para escoar o ouro até o litoral, novas estradas foram abertas até o Rio de Janeiro.

Além disso, surgiram novos caminhos ligando o Sul e o Nordeste à região das minas.

Uma segunda onda de interiorização se deu somente no século XX com a construção da nova capital, Brasília, no centro do país.

Além disso, diversos acontecimentos naturais e sociais obrigaram a população a se deslocar pelo território brasileiro.

Na aula de hoje, vamos estudar esses deslocamentos e as principais características da população brasileira.

Vídeo 1: Migrações brasileiras – Geografia – 7º ano – Ensino Fundamental

Parceiro realizador:  Canal Futura

Duração: 13’25’’

 

 

Vídeo 2: Aspectos Demográficos Brasileiros – Indicadores demográficos nacionais – Geografia – 7º ano – E.F.

Parceiro realizador:  Canal Futura

Duração: 13’09’’

 

Atividade sugerida para aprender sobre o tema

No Brasil, o século XX foi cheio de acontecimentos, não é mesmo?

Explique os principais fluxos migratórios deste período e descreva as principais características da população brasileira hoje.

Como saber se a atividade está correta?

Ao longo do século XX, foi possível observar três grandes fluxos migratórios:

– O primeiro, entre as décadas de 1950-1960, foi de nordestinos indo principalmente para o Sudeste do país e para a nova capital. Além disso, houve uma migração de gaúchos para o Paraná.

– O segundo ocorreu entre as décadas de 1960-1970, com um fluxo de populações do Sul, Sudeste e Nordeste em direção ao Centro-Oeste. Além de um fluxo de nordestinos para o Norte.

– Na terceira fase, entre as décadas de 1970-1980, surgiu um novo movimento de populações do Sul e Sudeste indo para o Norte do país. Também começou a ocorrer uma migração de retorno de pessoas que foram para o Sudeste e voltavam para os seus Estados de origem.

Nos últimos 50 anos, o ritmo do aumento populacional brasileiro diminuiu.

Isso refletiu também no crescimento natural da população brasileira que saiu de quase 3% em 1950 para 0,52% em 2020.

Todo esse movimento fez com que o Brasil começasse um processo de transição de uma população jovem para uma população composta por muitos idosos.

Para saber mais, é só apontar a câmera do seu celular para o QR code que está na tela.

Bons estudos!