Habilidades BNCC

  • EM13LGG701
    Explorar tecnologias digitais da informação e comunicação (TDIC), compreendendo seus princípios e funcionalidades, e utilizá-las de modo ético, criativo, responsável e adequado a práticas de linguagem em diferentes contextos.
  • EM13LP31
    Compreender criticamente textos de divulgação científica orais, escritos e multissemióticos de diferentes áreas do conhecimento, identificando sua organização tópica e a hierarquização das informações, identificando e descartando fontes não confiáveis e problematizando enfoques tendenciosos ou superficiais.

Para saber mais

Acesse estes links

  1. https://www.youtube.com/user/CienciaemShowOficial
  2. https://www.youtube.com/user/nerdologia
  3. https://www.youtube.com/watch?v=ZW0TjIlMWCw

 

Observação: Todo o conteúdo da Khan Academy está disponível gratuitamente em www.khanacademy.org.

Roteiro do Vídeo

Nas últimas décadas, as redes sociais se tornaram cada vez mais importantes ao redor mundo, conectando pessoas através de mensagens, vídeos, fotos e muito mais.

E essa possibilidade de se aproximar de outros usuários em qualquer lugar e compartilhar acontecimentos na internet mudou completamente a comunicação e a passagem do tempo.

Isso impacta nossas vidas de várias formas – entre elas, modificando a nossa linguagem. Já pensou nisso? Sabe dar um exemplo desse impacto em sua linguagem? Bem, um exemplo comum são os emojis!. Afinal, quantas vezes, ao invés de escrever uma palavra ou uma frase completa sobre como está se sentindo, o que achou de alguma coisa ou, ainda, para responder a uma pergunta de seu interlocutor virtual, você opta por escolher e enviar uma ou várias carinhas?

Do mesmo modo, quantas vezes, seus amigos lhe enviaram emojis, figurinhas, memes para expressarem uma opinião sobre algo?

Está vendo como essa forma de compartilhamento muda a sua forma de se comunicar?

Agora você vai conhecer um pouco mais sobre como o crescimento das redes sociais está mudando a vida das pessoas na China e, em breve, no mundo. Não só em relação à linguagem, mas também em relação aos comportamentos das pessoas.

Tente prestar atenção na forma como as pessoas utilizam a internet: o que postam? Quais são seus objetivos? O que buscam ver online? Como elas se expressam?

Pronto para se conectar com esse assunto? Então, vamos lá!

Vídeo 1: Expresso Futuro | China: Redes Sociais, Influenciadores e a Vida Ao Vivo

Parceiro realizador: Canal Futura

Duração: 27’56”

O vídeo do Expresso Futuro nos mostrou que as redes sociais estão se desenvolvendo cada vez mais com o avanço da tecnologia. Mas, além de uma ferramenta de comunicação, ela também pode ser utilizada para compartilhar opiniões, ideias, ou aprendizados – como no caso do professor de química apresentado, David G. Evans.

Porém, “lives” como as de David – científicas – têm um detalhe importante: elas exigem que o apresentador saiba diferenciar opiniões de fatos. Ou seja: para compartilhar uma experiência de química, você precisa tomar cuidado para apenas apresentar informações confirmadas, e não “achismos”.

Mas, afinal, como podemos saber exatamente o que é uma opinião e o que é um fato?

Confira a resposta no vídeo a seguir. Não deixe de anotar tudo o que aprendeu – isso será útil na atividade que iremos propor mais tarde!

Vídeo 2: Você sabe diferenciar fatos e opiniões?

Parceiro realizador: Khan Academy Brasil

Duração: 6:00

Agora que você conhece a diferença entre fatos e opiniões, e já viu exemplos de uso das novas redes sociais, que tal assistir a um exemplo verdadeiro de programa virtual sobre ciência, para inspiração? Aprenda agora como fazer sorvete rápido com o Ciência em Show!

Vídeo 3: Vamos fazer um sorvete rapidinho?

Parceiro realizador: Ciência em Show

Duração: 2’

Atividade sugerida para aprender sobre o tema

Quando nos comunicamos com outras pessoas, é sempre importante entendermos a mensagem que queremos passar. E ao compartilhar informações sobre um tema – que pode ser científico ou jornalístico, por exemplo -, isso envolve principalmente se ater aos fatos sobre o assunto. Nas redes sociais isso não é diferente.

Agora que você sabe mais sobre como compartilhar conteúdo online da forma correta é importante, e percebeu que a internet pode ser uma boa forma de atrair pessoas para a ciência, que tal fazer o seu próprio “experimento”?

Escolha algum tema científico que conhece e de que goste. Pense em algo para compartilhar sobre ele: pode ser uma experiência, descoberta, curiosidades… o que importa é conhecer os fatos. Por isso, será necessário pesquisar sobre e selecionar informações adequadas para compartilhar depois.  Você pode fazer um pequeno roteiro com as informações que tiver e praticar. Depois, é só compartilhar isso com o mundo ao vivo, na sua própria “live”,  ou em um vídeo gravado! Que tal? Pronto para se conectar?

Como saber se a atividade está correta?

Para ter certeza de que fez preparou um bom material científico para divulgar, é preciso que tenha considerado algumas coisas, como você pode observar no quadro que está vendo agora:

 

  1. Ter selecionado um tema ou experimento científico do qual gosta e sobre o qual gostaria de falar.
  2. Ter pesquisado sobre esse tema ou experimento e selecionado informações que, de fato, foram apresentadas por pesquisadores, cientistas ou pessoas que entendem do assunto, porque o estudaram. Além disso, se houver dados científicos  e os nomes dessas pessoas envolvidas no experimento, será ainda melhor. Isso dará para o seu vídeo mais consistência e legitimidade.
  3. Ter escrito um roteiro breve sobre o que falar na live ou no vídeo, em uma ordem coerente. Por exemplo: primeiro, é preciso apresentar o tema, falar de sua relevância, dizer quem estuda esse tema ou fez o experimento, onde ele foi feito etc.; depois, é preciso apresentar propriamente a curiosidade ou o que lhe interessa mais sobre esse tema ou experimento, contando por que resolveu pesquisá-lo. Se for um tema que causa polêmica, então, é ainda mais importante ser muito rigoroso apresentar no vídeo somente informações que possam ser comprovadas. Nada de achismos ou crenças infundadas!
  4. Gravar o vídeo ou apresentar a live para compartilhar os seus conhecimentos de modo que eles também possam interessar a seus colegas de escola, amigos e muitas outras pessoas. Então, tem que ficar bem bacana o que vai dizer e o modo como vai fazer isso, não é mesmo? Usar palavras informais, pode, claro. Mas usar gírias e outras palavras que possam gerar duas nos espectadores não será uma boa escolha!!