Habilidades BNCC

  • EF04HI08
    Identificar as transformações ocorridas nos meios de comunicação (cultura oral, imprensa, rádio, televisão, cinema, internet e demais tecnologias digitais de informação e comunicação) e discutir seus significados para os diferentes grupos ou estratos sociais.
  • EF05HI07
    Identificar os processos de produção, hierarquização e difusão dos marcos de memória e discutir a presença e/ou a ausência de diferentes grupos que compõem a sociedade na nomeação desses marcos de memória.
Roteiro do Vídeo

Oi, pessoal!

O assunto de hoje é muito importante.

Vamos falar sobre os direitos das pessoas, em especial os direitos das mulheres.

Atualmente, nós, mulheres, temos os direitos garantidos.

Podemos votar, trabalhar fora, escolher quantos filhos teremos e até se queremos ou não nos casar.

Mas houve um tempo em que nada disso era assim.

A mulher era quase um objeto.

Muitas vezes, não tinha nem o direito de falar o que sentia ou pensava!

Graças a algumas figuras históricas e depois de muita luta, as coisas foram mudando.

Ainda temos muito para alcançar, como a equiparação entre os salários de mulheres e homens em um mesmo cargo.

Mas, não há dúvida de que ser mulher hoje em dia é melhor do que na época da Anita Garibaldi.

Você já ouviu falar dela?

Ela foi uma das primeiras mulheres brasileiras a lutar para poder fazer o que queria da vida.

Vamos saber mais sobre ela?

Vídeo 1: Ep02 – Mytikah | Anita e Giuseppe Garibaldi

Parceiro: Oz produtora

Duração: 6’52”

https://vimeo.com/233504530/367c7e80cc

 

Vídeo 2: Anita Garibaldi | Show da História

Parceiro: Canal Futura

Duração: 14’46”

Eita, mulher porreta essa Anita não é?

Viram que ela viveu no tempo em que o Brasil era uma monarquia?

Isso mesmo, o Brasil ainda era uma colônia de Portugal!

Ai gente, eu adoro biografias.

Por isso, conheci outras histórias de mulheres que fizeram a diferença no mundo.

Como a Marie Curie, uma importante cientista polonesa;

A Zilda Arns, que ajudou na luta contra desnutrição infantil no Brasil;

E a Malala, uma menina paquistanesa que foi baleada por insistir no direito ao estudo para as meninas no Oriente Médio.

Mas não são só as mulheres famosas que fazem a diferença.

Que tal fazer uma pesquisa sobre incríveis mulheres que você conhece ou já conheceu?

Aposto que elas têm muitas histórias para contar!

Depois da pesquisa, você pode escrever a história ou gravar um vídeo!

Agora chega de papo que chegou a hora da gente mexer um pouco o esqueleto!

Vamos lá?

Vídeo 3: Jogo do Tum Pá – faixa “Tampa o Tempo, Tum Pá” 

Parceiro: Barbatuques

Duração: 1’51”

 

Vídeo 4: Na Cadência do Samba – Barbatuques| Tema Canal 100

Parceiro: Barbatuques

Duração: 2’56”

Bem pessoal, espero que vocês tenham gostado do assunto de hoje!

E não se esqueçam de lavar sempre as mãos, cobrir a boca ao tossir ou espirrar e ficar em casa.

Se quiserem saber mais sobre tudo o que conversamos hoje, é só pedir a ajuda de um adulto e apontar a câmera do celular para o QR code que está na tela!

Fiquem bem e seguros aí e até a próxima!