Habilidades BNCC

  • EF67LP27
    Analisar, entre os textos literários e entre estes e outras manifestações artísticas (como cinema, teatro, música, artes visuais e midiáticas), referências explícitas ou implícitas a outros textos, quanto aos temas, personagens e recursos literários e semióticos.
Roteiro do Vídeo

De onde viemos? Para onde vamos? Por que o Sol nasce e se põe todos os dias?

Desde que o mundo é mundo, o homem busca respostas para entender tudo ao seu redor.

Com o avanço da ciência moderna, já podemos dizer que desvendamos alguns desses mistérios.

Mas antes de chegarmos aqui, quem fazia esse trabalho eram os mitos: histórias de tradição oral criadas pelos povos antigos para explicar sua própria realidade, a origem de seus costumes, dos homens ou os eventos da natureza.

Mesmo sendo muito antigos, os mitos permanecem vivos na cultura humana até hoje.

Estão dentro da religião, na arte, filosofia, psicologia, e influenciam inclusive a nossa linguagem.

Você já escutou a expressão “presente de grego”, ou usou a palavra “narcisista”?

Ou quem sabe já achou algo difícil como um “bicho de sete cabeças”?

Todas essas expressões vieram de uma das mais importantes e conhecidas mitologias do mundo: os mitos gregos.

Vamos conhecer dois exemplos dessas histórias?

Não deixe de anotar tudo que você considerar importante.

Existe algo mágico, como deuses ou feitiços?

Qual parte dessa história parece fazer parte do mundo real?

O que será que esse mito está tentando explicar?

Vídeo 1: Mitopédia – Presente de Grego

Parceiro realizador: Canal Futura

Duração: 2’

http://www.futuraplay.org/video/presente-de-grego/342434/

 

Vídeo 2: Mitopédia – Calcanhar de Aquiles

Parceiro realizador: Canal Futura

Duração: 2’

http://www.futuraplay.org/video/calcanhar-de-aquiles/342431/

Agora que conheceu dois mitos importantes, vamos ouvir sobre o valor da mitologia na cultura com alguns especialistas.

Preste atenção no mito da caverna, de Platão.

O que ele significa?

Do que esse mito fala?

Que história ele conta?

Vídeo 3: Trilha de Letras: 28/09/2017 | Ep. Mitos com Muniz Sodré

Parceiro realizador: TV Brasil

Duração: 27’

https://tvbrasil.ebc.com.br/trilha-de-letras/2017/09/mitos

Atividade sugerida para aprender sobre o tema

Os mitos podem ser muito diferentes entre si: nas suas origens, no que explicam e nas formas que influenciam a nossa cultura até hoje.

Mas todos têm uma coisa em comum: eles querem explicar algo sobre o mundo em que vivemos e compartilham a importância da tradição oral na origem dessas histórias.

Agora que você já conhece alguns exemplos das mitologias, pense sobre algo no mundo ou na história que você gostaria de saber e entender a origem.

O seu desafio é criar um mito que explique essa origem.

Seu mito pode ter deuses, criaturas mágicas, guerras, pode ter uma narrativa ilustrada… a escolha é sua! Depois, você pode se reunir com pessoas que moram na sua casa e fazer uma roda de histórias mitológicas, como na Grécia antiga!

Pronto para o desafio?

Como saber se a atividade está correta?

O Mito da Caverna, de Platão, fala sobre prisioneiros que passam suas vidas em uma caverna, com uma grande parede à sua frente e uma fogueira à suas costas.

Com as sombras projetadas nessa parede e os ecos dos sons que eles ouviam, esses prisioneiros começam a nomear o que veem e o que escutam, sem saber que criavam narrativas para aquilo que não conheciam.

Quando um deles sai da caverna e conhece o mundo real, se maravilha com o que vê e volta para contar aos outros presos suas descobertas.

No entanto, seus companheiros de prisão não o reconhecem.

O mundo do lado de fora mostra que outros conhecimentos existem e podem ser descobertos ao sair da caverna.

Sobre a sua tarefa de construir um mito para explicar algo, é preciso lembrar que os mitos são narrativas e, portanto, contam histórias que explicam a existência ou a origem das coisas.

É preciso, então, que você pense em um assunto e construa uma narrativa que explique a origem disso.

Para saber mais, é só apontar a câmera do seu celular para o QR code que aparece na tela.

Bons estudos!