Voltar

Habilidades BNCC

  • EF06HI05
    Descrever modificações da natureza e da paisagem realizadas por diferentes tipos de sociedade, com destaque para os povos indígenas originários e povos africanos, e discutir a natureza e a lógica das transformações ocorridas.

Para saber mais

Acesse estes links/vídeo/livro….

  1. ANGELO, Claudio. A segunda morte de Marajó. In: Folha de S. Paulo, 27 ago 2000. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/fsp/ciencia/fe2708200001.htm. Acesso em: 23 de abr 2020. Verbete da Enciclopédia.
  2. ARTE Marajoara. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. Disponível em: http://enciclopedia.itaucultural.org.br/termo5353/arte-marajoara. Acesso em: 23 de Abr. 2020. Verbete da Enciclopédia.
  3. CULTURA Marajoara. In: Museu Nacional. Disponível em: http://www.museunacional.ufrj.br/dir/exposicoes/arqueologia/arqueologia-brasileira/marajoara.html. Acesso em: 23 de abr 2020. Verbete da Enciclopédia.
  4. KALAPALO. In: Povos Indígenas do Brasil. Disponível em: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Kalapalo. Acesso em: 23 de abr 2020. Verbete da Enciclopédia.

Roteiro do Vídeo

Objetivo de aprendizagem

Identificar as principais características do povo Marajoara e a importância dos seus vestígios arqueológicos para a compreensão das populações amazônicas antes da chegada dos portugueses e problematizar o lugar do indígena na sociedade brasileira atual.

Olá a todos!

No último carnaval, tivemos uma grande polêmica se seria correto ou não usar adereços indígenas durante a festa.

Seria uma homenagem ou um desrespeito?

Contudo, é importante pensar que as populações nativas do Brasil não têm um único costume, uma única língua, uma só forma de pensar.

Atualmente, existem centenas de culturas, uma diferente da outra.

E antes da chegada dos portugueses à América, esse número era muito maior.

Ao longo do vídeo, vamos aprender um pouco mais sobre três diferentes culturas:

Os povos do sambaqui, que viveram na costa brasileira há milhares de anos atrás;

Os marajoaras, que desapareceram um pouco antes dos europeus chegarem à América;

E os kalapalos, que atualmente vivem no parque do Xingu.

Vídeo 1: Sambaquis em Magé | Achados em meu quintal
Parceiro realizador:  Canal Futura
Duração: 02’00’’
http://www.futuraplay.org/video/sambaquis-em-mage/70638/

 

Vídeo 2: Yaci, índia Marajoara | Show da História
Parceiro realizador:  Canal Futura
Duração: 11’33’’

 

Vídeo 3: Cultura kalapalo – Sani Calapalo | Entrevista com Marcelo Rubens Paiva
Parceiro realizador:  Canal Futura
Duração: 12’21’’

Atividade sugerida para aprender sobre o tema

Depois de tantas informações, espero que você já conheça um pouquinho mais sobre a diversidade dos povos nativos do Brasil.

Agora, vamos a nossa atividade!

Destaque as principais informações apresentadas sobre cada um desses três povos.

Como saber se a atividade está correta?

Segundo a arqueóloga Madu Gaspar, sambaqui é um tipo de sítio arqueológico de um grupo que ocupou o litoral brasileiro 7-8 mil anos atrás.

Uma montanha cheia de conchas, onde essas populações colocavam as pessoas que morriam.

A formação desses locais poderia durar centenas de anos e objetos pessoais costumavam ser enterrados juntos.

A cultura marajoara povoou a ilha de Marajó entre 400 d.C. e 1400 d.C.

As mulheres eram responsáveis pela produção das cerâmicas, como urnas funerárias.

Eles eram uma sociedade matriarcal, isto é, as famílias eram determinadas na base materna e as mulheres tinham tinha voz na tomada de decisões.

Um dos principais vestígios arqueológicos que temos são os tesos, morros com até 12 metros de altura e 200 metros de comprimento, que abrigavam e protegiam as aldeias contra as enchentes dos rios.

Por último, Sani, membro da tribo Calapalo, discute o fato de pessoas não indígenas utilizarem cocares durante o carnaval.

Ela achou incorreto que uma pessoa branca falasse em nome de todos os indígenas do Brasil. Após conversar com a sua aldeia, ela gravou um vídeo dizendo que não via nenhum problema de as pessoas vestirem cocar durante o carnaval, já que o cocar é para ser usado por todos durante as festas!

Para saber mais sobre o assunto, é só apontar a câmera do seu celular para o QR code que aparece na tela.

Bom estudo e até a próxima!