Roteiro do Vídeo

Objetivo de aprendizagem

Compreender como a tecnologia pode interferir em nossa sociedade, especificamente por meio das diferentes formas de coletar nossos dados pessoais.

A política é entendida enquanto ação e inserção do indivíduo na pólis, na sociedade e no mundo, incluindo o viver coletivo e a cidadania. As discussões em torno […] [da] tecnologia interferindo nas formas de organização da sociedade são alguns dos temas que estimulam a produção de saberes nessa área. (BNCC, p. 567)

Olá a todos!

Diante da nova situação que estamos vivendo, o telefone celular está sendo o principal contato com nossos amigos e familiares.

Contudo, essa não é uma nova tendência.

Nos últimos anos, cada vez mais esses aparelhos passaram a fazer parte de nossas vidas. Porém, você já parou para pensar como funcionam os diversos aplicativos gratuitos que nós utilizamos?

Você já falou algo perto do seu celular e depois aquele assunto apareceu nas suas redes sociais como propaganda?

Ao longo da nossa aula de hoje, vocês verão dois vídeos que discutem a questão da privacidade nos meios digitais.

Afinal, você já leu algum “termo de uso” de aplicativos como o Facebook e o Instagram?

Vídeo 1: Privacidade na internet | Projeto Meme
Parceiro realizador:  Canal Futura
Duração: 13’22’’

Vídeo 2: Privacidade | Expresso Futuro com Ronaldo Lemos 2ª Temporada
Parceiro realizador:  Canal Futura
Duração: 26’55’’

Atividade sugerida para aprender sobre o tema

Após os vídeos, você deve estar mais familiarizado com questões sobre a privacidade na rede.

Que tipo de informações os aplicativos coletam dos usuários?

No segundo vídeo, vimos alguns princípios básicos para garantir uma troca justa de informações entre usuários e empresas.

Quais são esses princípios?

Depois de tantas informações, você saberia dizer quantas horas por dia você passa conectado?

Como saber se a atividade está correta?

Os aplicativos gratuitos que utilizamos coletam informações gerais. Recebem dados quando você interage com a plataforma.

Além disso, eles têm acesso às informações do conteúdo que você compartilha. Depois, esses dados são vendidos para outras empresas.

O especialista entrevistado elenca três princípios básicos:

As informações devem ser coletadas com um propósito e não podem ser reutilizadas em outros contextos;

Se a empresa não precisa daquele dado, não deve coletar;

E depois de um certo período, os dados devem se tornar anônimos.

Após essa discussão, espero que possam utilizar toda essa tecnologia de forma mais saudável e responsável.

Se quiser saber mais, é só apontar a câmera do seu celular para o QR code que está na tela.

Até a próxima!