Habilidades BNCC

  • EF15AR08
    Experimentar e apreciar formas distintas de manifestações da dança presentes em diferentes contextos, cultivando a percepção, o imaginário, a capacidade de simbolizar e o repertório corporal.
  • EF15AR11
    Criar e improvisar movimentos dançados de modo individual, coletivo e colaborativo, considerando os aspectos estruturais, dinâmicos e expressivos dos elementos constitutivos do movimento, com base nos códigos de dança.
  • EF15AR12
    Discutir, com respeito e sem preconceito, as experiências pessoais e coletivas em dança vivenciadas na escola, como fonte para a construção de vocabulários e repertórios próprios.
Roteiro do Vídeo

Nessa época de quarentena, os shows de música, teatros, partidas de futebol e outros eventos que costumam juntar muitas pessoas estão suspensos.

E vocês já devem imaginar o porquê.

Isso mesmo, com o coronavírus passeando por aí, devemos ficar em casa e evitar ambientes com aglomerações.

Mas não é por isso que a gente precisa ficar parado.

Tem um tipo de manifestação artística que podemos fazer sozinhos. Sabem qual é?

Dançar, mexer o corpo e se expressar pelos gestos e movimentos corporais!

Topam entrar nessa aventura comigo?

Para começar, vamos conhecer um pouco mais sobre essa expressão artística que é uma das mais antigas que existem.

Hoje temos uma infinidade de danças e estilos. No Brasil, por exemplo, nossos estilos de dança são o resultado da fusão entre os costumes indígenas, africanos e portugueses: como o frevo, o forró e o maxixe.

E vocês conhecem as manifestações de dança em outros países?

No vídeo a seguir, vamos fazer um passeio por alguns lugares do mundo, para conhecer algumas dessas expressões!

Vídeo 1: Todo mundo dançando
Parceiro realizador: MultiRio
duração:  16’25
http://multirio.rio.rj.gov.br/index.php/assista/tv/13313-todo-mundo-dan%C3%A7ando

E aí, gostaram?

Sabe que eu fiquei aqui pensando, a dança está presente em muitas manifestações culturais, não é verdade?

Dançamos nas festas juninas, no carnaval, nos shows de música, em casamentos…

E por falar em casamento, hoje eu trouxe uma curiosidade muito bacana para compartilhar com vocês.

O casamento é uma tradição milenar, e cada cultura comemora de uma forma diferente.

Em alguns municípios do Espírito Santo, as comunidades mantêm a tradição de um casamento que tem sua origem em um povoado alemão, chamado Pomerânia.

Isso porque os alemães, assim como outros europeus, também vieram para o Brasil e influenciaram a nossa cultura.

Vamos conhecer um verdadeiro casamento Pomerano?

Depois vocês me contam o que acharam. Que tal?

Vídeo 2: O Tradicional Casamento Pomerano – Parte 01: adultos
Parceiro realizador: Território do Brincar
duração:  6’43
https://www.youtube.com/watch?v=03yW1yZzyow&t=30s

E então, o que acharam? Muito diferente do costume de vocês?

Eu por aqui achei muito diferente essa quebra dos pratos!

E sabe uma coisa, lá nessas regiões, esse tipo de casamento é tão tradicional, que as crianças até brincam com esse tema.

Vamos ver uma turminha bem animada que fez um faz de conta de casamento?

Será que eles também quebram os pratos? Vamos conferir!

Vídeo 3: O Tradicional Casamento Pomerano – parte II
Parceiro realizador: Território do Brincar
Duração:  – 2’59
https://www.youtube.com/watch?v=ta2HKVg15yk&t=44s

E vocês, já brincaram de imitar alguma festa tradicional?

O que acham da ideia?

Bom, por hoje é só pessoal!

E não esqueçam das recomendações contra o coronavírus:

  • Lavar as mãos;
  • Tossir e espirrar cobrindo o nariz e a boca;
  • Manter uma distância segura de outras pessoas, de mais ou menos 1 metro
  • Evitar levar as mãos ao rosto.
  • E ficar em casa!

Beijos e até a próxima!