Habilidades BNCC

  • EM13LP48
    Identificar assimilações, rupturas e permanências no processo de constituição da literatura brasileira e ao longo de sua trajetória, por meio da leitura e análise de obras fundamentais do cânone ocidental, em especial da literatura portuguesa, para perceber a historicidade de matrizes e procedimentos estéticos.
Roteiro do Vídeo

A semana de arte moderna, no Brasil, causou uma grande transformação nos meios da arte e da literatura. No vídeo de hoje, você vai conhecer uma mulher, artista plástica, que ousou e quebrou vários paradigmas sobre o papel da mulher e da mulher artista, no Brasil.

Hoje, você vai assistir a três vídeos para conhecer um pouco mais sobre Tarsila, Anita Malfatti e outros autores que participaram ativamente dessa semana cultural e transgressora.

Nesse percurso, fique atento e faça anotações em seu caderno para não perder nenhum detalhe do que foi esse momento para a cultura brasileira e como ele, até os dias de hoje, influencia as produções artísticas e literárias de muita gente.

Após os vídeos, convidamos você a fazer algumas pesquisas sobre as personalidades da Semana de Arte Moderna!

Vídeo 1: Garimpando: exposição de Tarsila do Amaral e plataforma Lúmina

Duração: 1’10″

Parceiro realizador:  TV Brasil

https://tvbrasil.ebc.com.br/node/128049

 

Vídeo 2: Tarsila do Amaral – Show da História

Parceiro realizador:  Canal Futura

Duração: 13′

http://www.futuraplay.org/video/tarsila-do-amaral/468845/

 

Vídeo 3: Telecurso – Ensino Médio – Língua Portuguesa – Aula 72

Parceiro realizador:  Canal Futura

Duração: 11’41″

Atividade sugerida para aprender sobre o tema

Nos vídeos, você viu que tanto Anita quanto Tarsila eram artista que pintaram em suas telas o Brasil do começo do Século XX, cada uma a seu modo. Mas, mais que isso, elas construíram um espaço feminino onde, antes, predominantemente só havia homens. Marcaram uma época e fizeram história com certeza!!

Quais influências Tarsila do Amaral teve para pintar quadros com os temas e as formas escolhidos por ela? Com o que ela e Anita queriam romper com sua arte? O que havia de tão inovador nessa arte?

As obras dessas artistas, apesar de diferentes, revelam a primazia da cor, as pinceladas fortes, a figura sentada de modo desleixado, que transgride e rompe com o que se considera “bons modos” do retrato clássico. Além disso, no caso de das obras de Anita, ainda há certa deformação das figuras humanas, com imagens nada simétricas.

O que, no Modernismo, era o manifesto antropófago?

Hoje, em pleno século XXI, você reconhece algum movimento parecido? Que tipo de arte atual tem um propósito transgressor como a arte produzida na Semana de Arte Moderna?

E você? Que tipo de arte faz? Que tal se inspirar nas obras do pessoal da Semana de Arte Moderna e criar uma pintura, um poema, um conto, que expressem o seu olhar sobre o mundo em que vive hoje? Depois, organize um sarau ou uma semana de arte pós-moderna e exponha seu trabalho!

Como saber se a atividade está correta?

Tarsila foi fortemente influenciada por Anita Malfatti, Oswald de Andrade, Mário de Andrade entre outros artistas brasileiros. Mas também, quando esteve em Paris, entrou em contato com outros artistas como Pablo Picasso e Fernand Léger, conhecido como um mestre do cubismo.

A antropofagia é um tipo de ritual de canibalismo que consiste na ação de um humano comer literalmente a carne de outro humano.  Nesse ritual esotérico, a ideia era devorar um inimigo para incorporar as qualidades do indivíduo comido, a coragem e a força, por exemplo.  O manifesto antropofágico propunha que, simbolicamente, a arte e a literatura brasileiras devorassem as culturas estrangeiras, principalmente as da Europa, digeri-la, absorvê-la e depois usar suas qualidades para inventar a própria cultura brasileira.

Muitos artistas, hoje, rompem com os formatos e modelos socialmente aceitos e criam novas formas de expressão. Isso acontece na música, com o Rap, Funk, e na própria pintura, com os grafites, por exemplo.