Habilidades BNCC

  • EM13CNT301
    Construir questões, elaborar hipóteses, previsões e estimativas, empregar instrumentos de medição e representar e interpretar modelos explicativos, dados e/ou resultados experimentais para construir, avaliar e justificar conclusões no enfrentamento de situações-problema sob uma perspectiva científica.
Roteiro do Vídeo

Hoje, veremos vídeos sobre átomos e modelos atômicos. Na primeira vídeo-aula, você encontrará explicações sobre átomos, moléculas e tabela periódica, e a diferenciação dos átomos de acordo com prótons, nêutrons e elétrons que fazem parte dele. Na segunda vídeo-aula, verá como a ideia de átomo foi evoluindo com o tempo.

O terceiro vídeo aborda o grafeno e suas propriedades, você irá verificar que ele é composto somente de átomos de carbono e conhecerá suas aplicações na indústria. Preste atenção no momento em que o pesquisador Thoroh de Souza descreve a estrutura do grafeno.

Depois do vídeo, convidamos você a montar a estrutura do grafeno.

Vídeo 1: Átomos e moléculas – Ciências – 9º ano – Ensino Fundamental 

Parceiro realizador:  Canal Futura

Duração: 13′

 

Vídeo 2: Modelos Atômicos – Química – 9º ano – Ensino Fundamental 

Parceiro realizador:  Canal Futura

Duração: 9′

 

Vídeo 3: Grafeno (Ciência Para Todos) 

Parceiro realizador:  Canal Futura

Duração: 14′

http://www.futuraplay.org/video/grafeno/511697/

Atividade sugerida para aprender sobre o tema

Dos quatro modelos de átomos apresentados, qual é o modelo mais bem aceito atualmente e como ele é descrito? Qual a diferença em relação ao modelo anterior?

No vídeo sobre o grafeno o pesquisador explica com detalhes como é sua estrutura atômica. A partir desta explicação como você faria a representação desta estrutura? Seja criativo e construa um modelo físico com materiais simples.

 

Como saber se a atividade está correta?

Foram apresentados quatro modelos atômicos: Dalton, Thompson, Rutherford e Bohr. O modelo mais bem aceito atualmente é o modelo de Bohr, que descreve o átomo em duas regiões, uma central, o núcleo, carregado positivamente, e a eletrosfera, formada por elétrons em movimento, dotados de carga negativa. A diferença para o modelo anterior é que os elétrons não podem ocupar qualquer ponto da eletrosfera, mas são presos a determinadas órbitas que são definidas por suas energias.

O pesquisador explica que o grafeno “é um cristal bidimensional formado por átomos de carbono arranjados em formato hexagonal, uma colmeia, e tem uma única camada”. O seu modelo deve conter ao menos seis objetos representando os átomos de carbono e outro material, mais fino e longo, representando as ligações química. O modelo final deve ficar mais ou menos com essa aparência.